PEC do Trem da Alegria dos Cartórios volta a assombrar instituições democráticas; país volta a conviver com proposta que pretende subverter o princípio republicano do concurso público.

A PEC do Trem da Alegria dos Cartórios voltou a assombrar a sociedade brasileira nesta semana. Após diversas decisões do Judiciário rumo à democratização do sistema notarial (e a superação de um sistema baseado no filhotismo, clientelismo e patrimonialismo), as baterias dos interinos se voltaram ao parlamento.

Capitaneados pelo Deputado João Campos, que inclusive teve contra si denúncias de que residia gratuitamente numa casa fornecida por um interino que seria favorecido pela aprovação da emenda, alguns deputados insistem na aprovação do Trem da Alegria.

LÍDER DO PSDB É CONTRA. O líder do PSDB já afirmou que é a "favor do concurso e da meritocracia" e que não apóia a aprovação da PEC. O PSOL também já firmou posição contra a PEC.

INSTITUIÇÃO DEMOCRÁTICAS CONTRA A PEC. Consideradas uma das mais imorais medidas legislativas propostas nos últimos tempos a PEC conta com o repúdio de diversas instituições, tais como: CNJ, OAB, AMB, AJUFESP, ANDECC, ANPAC, a ARPEN, além dos Ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Gilson Dipp.

A ANDECC relembra a luta instaurada no ano de 2009 que conteve a aprovação do Trem da Alegria. Confira alguns registros da época em: http://youtu.be/N83n28iDwug

Diversas medidas estão sendo implementadas pela ANDECC nas próximas semanas com vistas à alertar a sociedade brasileira dos malefícios decorrentes da aprovação da medida.

Confira fotos de manifestações passadas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um icone para log in:

Avise-me sobre novos comentários por e-mail.
Avise-me sobre novas publicações por e-mail.
 

Mapa do Site

Página Inicial

Fale Conosco

Área Restrita

2018 Todos os Direitos reservados. Andecc - Associação Nacional de Defesa dos Concursos para Cartórios